Lentes Intra Oculares

As LIOs são lentes implantadas dentro do olho com a finalidade principal de substituir o cristalino quando este se torna opaco prejudicando a visão. A esse processo chamamos de catarata.

Existem outras indicações para o uso de LIOs, como por exemplo: a correção da miopia, astigmatismo e hipermetropia, mesmo sem catarata, através de lentes especiais (lentes de Artisan), já aprovadas pela ANVISA.

Uma outra indicação também são lentes microtelescópicas, para ampliar a imagem, no auxílio de pacientes com degeneração ou cicatrizes na mácula.

Lentes intra-oculares para cirurgia de catarata

Atualmente existem diversos tipos de LIO. A escolha da LIO deve ser realizada em conjunto pelo médico e o paciente, após a realização de diversos exames e também de uma análise da expectativa e das necessidades de cada paciente. Esses exames vão determinar o grau, diâmetro, modelo, espessura, características da borda, local ideal do implante, etc. da LIO.

É importante que a lente tenha uma boa procedência, assim como seja manipulada em condições adequadas do fabricante ao hospital/clínica/médico responsável. Por isso o conselho federal de medicina e a ANVISA não recomendam que as LIOs sejam manipuladas por convênios, óticas, ou pelo próprio paciente, pois pode haver uma contaminação. E essa levaria a perda da lente ou pior provocar uma infecção.

Modelos utilizados

Podemos dividir as LIOs em alguns grupos principais:

  • Lentes monofocais (de micro incisão): são LIOs que tem apenas um foco, seja para longe, para perto ou distância intermediária. Neste caso após a cirurgia é necessário na grande maioria dos casos o uso de óculos
  • Lentes monofocais tóricas (de micro incisão): são LIOs que tem apenas um foco, para longe, para perto e distância intermediária, porém possuem a capacidade de corrigir um astigmatismo (irregularidade na córnea) pré-existente. A sua utilização também não elimina a necessidade do uso de óculos após a cirurgia
  • Lentes multifocais: são lentes que possuem mais de um foco, oferecendo a possibilidade de uma correção de grau para longe, intermediário e perto. É importante lembrar que a independência total dos óculos nem sempre é obtida devido a fatores como a neuro adaptação ou alterações oculares (edema de mácula, problemas de cicatrização e outros)
  • Lentes multifocais tóricas: são lentes utilizadas para correção da visão de longe, intermediária, e perto, que possuem também a capacidade de corrigir o astigmatismo pré-existente. A independência total dos óculos nem sempre é obtida devido a fatores como a neuro adaptação ou alterações oculares (edema de mácula, problemas de cicatrização e outros)
  • Lentes acomodativas: são novos modelos de LIOs, que através de um desenho inovador “imitam” o movimento natural do cristalino jovem auxiliando na visão de longe, intermediária e perto. Também requer um período de adaptação, podendo sofrer influência de outros problemas oculares

Em síntese, a cirurgia de catarata com o implante de LIO representa um dos maiores avanços na medicina. E o aprimoramento de sua técnica, equipamento, como também das LIOs leva hoje a cirurgia a um patamar de segurança e bons resultados como poucos ou talvez nenhum procedimento médico. Porém cabe lembrar que o cuidado e respeito ao paciente, como também a experiência do médico/cirurgião/clínica fazem a diferença, pois se trata de um procedimento delicado com diversos detalhes e cujo resultado é para toda a vida.